Buscar
  • Equipa RTM ME

Ser Mãe...


Uma vez numa certa viagem, utilizei um táxi para me levar e ao meu filho ainda pequeno, para um outro lugar da cidade onde me encontrava. Notei que o motorista conduzia muito lentamente e cuidadosamente, no meio daquelas ruas apinhadas de trânsito.

Parecia que a desorganização na estrada não o afetava muito. Muitos veículos tentaram ultrapassá-lo, apitando com toda força, mas o homem continuava a conduzir, impávido e sereno. Vendo o seu comportamento tão diferente dos outros condutores fiquei curiosa e por fim perguntei-lhe: “Por que não conduz como os outros?", ao que ele respondeu: “Talvez quando o seu filho crescer ele venha a ser o Presidente do seu país. Por isso tenho que ter muito cuidado. Sem acidentes".


Fiquei pasma com a resposta e ao mesmo tempo deliciada com aquele pensamento que, quem sabe, o meu filho poderia um dia ser presidente, mas mais ainda, que este homem que não nos conhecia, tinha tanto cuidado para proteger e preservar a vida do meu filho para que o plano de Deus fosse cumprido na sua vida.

Ou seja, este condutor de táxi era um visionário.


E tu, mãe? Transmites uma visão à vida do seu filho?

Dás à tua filha um sentido de propósito para a sua vida?

Dás aos teus filhos um quadro do que eles poderão vir a ser, para que saibam o seu valor na vida?



Na Bíblia temos uma bela passagem que diz:


Porque eu sei os planos que tenho a vosso respeito, planos de prosperidade e não de desgraça, planos que se concretizarão num futuro de esperança”.


Cada um dos teus filhos é um dom de Deus na tua vida. Mesmo que não os tenhas planeado a todos da mesma maneira; quando descobriste que estavas grávida, essa gravidez não foi um acidente.

Mesmo que o teu filho tenha alguma incapacidade, uma dificuldade de aprendizagem ou qualquer outra desvantagem, Deus está no controle de tudo. Não aconteceu porque Deus estava zangado contigo, ou queria punir-te por alguma coisa, permitiu que acontecesse porque é um Deus de amor. Ele quer transformar esse fardo numa bênção.


Uma outra passagem bíblica diz o seguinte:


"Eu gravei a tua imagem nas palmas das minhas mãos…” e mais esta: “antes de te ter dado a vida eu já te conhecia…”


Que pensamento tão belo, Deus sabe todas as coisas e tem tudo debaixo do Seu controle e tem planos para cada um de nós.

Deus gostaria que tu, mãe, fosses uma parte muito especial no plano que Ele tem para os teus filhos. Deus chamou-te para os ensinar, disciplinar, treinar, amar, encorajar e ter alegria. Se fizeres isso, eles saberão o seu valor, a sua força e o seu potencial para cumprir os propósitos e planos que Deus tem para eles.


Às vezes é triste, quando vemos mães que colocam sobre os filhos as suas ambições e os seus próprios planos, já muito bem programados. Dizem que eles têm que estudar muito, ser muito bons na escola, para virem a ser advogados, médicos, futebolistas, para que venham a ganhar muito dinheiro, ter tudo o que esse dinheiro pode comprar e ter tudo muito bem concluído por volta dos 30 anos. Dizem ainda que eles têm que cuidar dos pais quando forem mais velhos, pois sacrificaram-se muito por eles, juntaram dinheiro para eles, cuidaram deles durante mais de 20 anos…

É assim que os filhos crescem com mentes materialistas, virados apenas para o dinheiro, egoístas, impacientes, sem amor, sem cuidado nem compaixão pelos outros.


O que aconteceu a estes filhos?

O que aconteceu a estas mães?

Será que perdemos o nosso sentido de propósito como mães?

Sim, a maternidade é um chamado altíssimo.

Um chamado para muito amor e sacrifício, tempo e energia e quantas vezes nos sentimos frustradas, desencorajadas, desapontadas connosco porque sentimos que não somos boas mães…


Talvez alguém que nos esteja a ler pode até pensar que estragou a vida do seu filho. Pode ter perdido a calma e o controlo alguma vez e abusou o seu filho física ou verbalmente, ignorou-o, feriu-o, provocou-o, exigiu perfeição, mostrou favoritismo e fê-lo sentir-se rejeitado e excluído, sem valor e sem ser especial. Pode ter levado o seu filho a pensar que é um peso na sua vida em vez de ser uma bênção.


Mãe que nos escutas. Quero muito que saibas que quando Deus te fez mãe, chamou-te para ser fiel e NÃO para ser perfeita. Quando pensas nas tuas fraquezas e como tantas vezes falhaste na tua tarefa de mãe, gostaria que imaginasses Deus com um pente na mão. Tal e qual como o teu cabelo muitas vezes fica embaraçado e cheio de nós, Deus está a pentear cada fraqueza, cada momento difícil que tens tido com os teus filhos, cada momento de ira, cada incidente feio da tua vida.


Porque Ele é um Deus de amor. Na Bíblia está escrito:


Se confessarmos os nossos pecados, Deus que é fiel e justo perdoará os nossos pecados”.


Queres agora mesmo confessar a Deus todos os nós e embaraços da tua vida como mãe?

Não podemos modificar o passado, mas Deus ama-nos com um amor eterno. Ele quer ajudar-te para que te levantes e brilhes como mãe com propósito. Tu queres esta ajuda divina? Por que não oras comigo esta oração:


Querido Pai do Céu,

Agradeço-Te porque sou mãe. Tantas vezes no entanto não sou uma boa mãe. Preciso que me ajudes a amar os meus filhos, a ser paciente, a encorajá-los e a mostrar-lhes que tens um plano especial para a sua vida.

Perdoa o meu passado e enche-me de esperança.

Oro isto no Nome de Jesus. Ámen.



Texto: Sarah Catarino (extraído do programa "Ser Mãe")


Pode ouvir este programa completo na nossa página do Youtube aqui:


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

Formulário de Inscrição

+351 211 581 128

©2020 por RTM Mulheres de Esperança. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now